Arquivo para estômago

O que é a SII (Síndrome do Intestino Irritável) ? Leia aqui !

Posted in dica, doença with tags , , , , , , , , , on junho 15, 2008 by dr.lichtenstein

Saiba sobre a S�ndrome Intestino Irritável !

Cerca de 50% dos pacientes que procuram atendimento gastroenterológico sofrem de problemas funcionais, ou seja, não apresentam lesão orgânica no aparelho digestivo demonstrável pelos métodos propedêuticos atuais.

Entre as doenças funcionais, a síndrome do intestino irritável (SII) é a mais freqüente.

O que é a Síndrome do Intestino Irritável?

Trata-se de uma alteração da atividade motora do tubo digestivo, que se caracteriza principalmente por anormalidades do hábito intestinal, na ausência de patologia orgânica demonstrável.

É mais comum em mulheres. Normalmente, começa no final da adolescência ou no início da vida adulta e raramente se inicia após os 50 anos de idade.

Embora a terminologia “intestino irritável” sugira alterações limitadas aos intestinos, todo o aparelho digestivo pode ser afetado, com repercussão também em outros órgãos e sistemas.

Sintomas

Os principais sintomas são:

  • desconforto ou dor abdominal, levando a alívio com a defecação;
  • alteração na freqüência das evacuações (mais de três vezes por dia ou menos de três vezes por semana);
  • alteração no formato das fezes (endurecidas, fragmentadas e fezes pastosas e/ou líquidas);
  • esforço excessivo durante a defecação;
  • urgência para defecar;
  • sensação de evacuação incompleta;
  • eliminação de muco durante a evacuação;
  • flatulência abundante;
  • queimação do estômago, náuseas e vômitos.

A queimação do estômago, náuseas e vômitos são sintomas presentes em até 50% dos pacientes.
Além dos sintomas físicos, há aspectos psicológicos envolvidos.

Cerca de 85% dos pacientes afirmam que o início dos sintomas coincidiu ou foi precedido por problemas psicológicos: conflitos emocionais como divórcio e luto, por exemplo.

Grande parte dos pacientes apresenta sintomas de ansiedade e depressão.

Causas

Dieta, hábitos alimentares, estresse e vários fatores ambientais podem interromper a função normal dos intestinos e causar a síndrome.

Se os intestinos contraem demais ou não contraem o suficiente, os alimentos parcialmente digeridos podem viajar muito rapidamente ou muito lentamente através do sistema digestivo.

O movimento sendo rápido demais resultará em diarréia, porque não é reabsorvida água suficiente. O movimento sendo lento demais pode resultar em constipação, porque muita água é absorvida.

Tratamento

Com relação à orientação alimentar, é recomendada uma dieta rica em fibras, introduzidas de maneira moderada, e que o paciente perceba e anote os alimentos envolvidos nos episódios de maior desconforto, no sentido de evitá-los.

É importante ressaltar que o diagnóstico da síndrome em questão e sua diferença entre outras doenças digestivas é o passo inicial da avaliação médica, da qual irá depender a solicitação de exames complementares.

Para o tratamento da síndrome do intestino irritável, existem medicamentos específicos, usados isoladamente ou em associação, de acordo com a situação.

Resolver fontes modificáveis de estresse e realizar exercícios físicos regulares também podem ajudar a normalizar a função intestinal.

Como parte dos pacientes apresenta sintomas de ansiedade e depressão, um bom relacionamento médico-paciente é fundamental para o êxito do tratamento.

O ponto central da abordagem é fazer com que o paciente reconheça a sua disfunção, os fatores que a desencadeiam, e aprenda a lidar com eles.

É importante que o diagnóstico seja explicado, tanto o caráter funcional e recorrente da doença quanto sua não-evolução para outras doenças graves, entre as quais o câncer.

Mamão uma delícia cheia de benefícios

Posted in dica, Uncategorized with tags , , , , , , , on maio 18, 2008 by dr.lichtenstein

Esta delícia de fruta é calmante, digestiva e laxativa, sendo bastante indicada para quem possui o estômago sensível, quer manter o peso ou está querendo emagrecer, pois possui baixas calorias.

O mamão possui ainda alta quantidade de beta-caroteno, característico de frutas de tons alaranjados. O Beta-caroteno quando ingerido atua como formador de vitamina A. Já a Vitamina A, atua no combate a doencas de pele, cegueira noturna e queda de cabelos.

Mas não exagere! O consumo de vitamina A pode causar acúmulo dessa vitamina no organismo e com isso gerar doenças tão perigosas quanto as doenças causadas pela carência de vitamina A.