Arquivo para depressão

Depressão é uma tristeza !!!

Posted in dica, doença, homem, mulher with tags , , , , , , on julho 1, 2008 by dr.lichtenstein

Depressão

Muitas são as queixas em consultórios médicos sobre desânimo, falta de apetite sexual, irritabilidade, etc… Muitas mulheres têm a percepção desse quadro acreditando ser algum tipo de doença fisica. Mas afinal, que doença é essa ? O que é isso,“de ficar triste” ?

A depressão é uma doença com uma incidência maior nas mulheres. É caracterizada por vários tipos de sintomas que resumidamente descrevemos como:

  • Sentimentos persistentes de tristeza;
  • Falta de interesse em geral (profissional, atividades preferidas);
  • Perda de energia e sentimentos de pessimismo;
  • Ansiedade e desespero sem causa aparente, com sentimentos de culpa;
  • Crises de choro;
  • Irritabilidade e distúrbios do sono (excesso ou insônia);
  • Dificuldade de concentração e de relacionamentos, com tendência ao isolamento

A causa da depressão ainda não foi estabelecida, mas acredita-se que fatores hereditários e genéticos estão envolvidos. Circunstâncias relativas à vida também tem o seu peso como fatores coadjuvantes, como por exemplo: menopausa, pós parto, período pré menstrual, situações de perda ou estresse.

O primeiro passo para o tratamento é reconhecer e admitir que está doente, ou pelo menos que não está bem. Feito isso deve-se procurar um profissional especializado: o psiquiatra ou neurologista, que são os mais indicados para se fazer o diagnóstico preciso do quadro depressivo e caracterizá-lo, pois existem vários tipos de depressão.

Estabelecido o diagnóstico deve-se iniciar o tratamento, que varia de acordo com o caso e pode incluir psicoterapia, medicações e tratamentos alternativos (como acupuntura, florais, etc…)

É muito importante seguir o tratamento correto e não se deve ter a idéia de que com o tratamento medicamentoso existe dependência. Essa é uma idéia errada e antiga, que pode atrapalhar sua cura e que deve ser discutida com seu médico. A depressão, se não tratada, entre outros sintomas ruins, pode levar à morte.

Saiba como conviver com o Stress

Posted in dica, doença with tags , , , , , , , , on junho 2, 2008 by dr.lichtenstein

Stress

As sugestões citadas abaixo requerem mudanças de atitude e de comportamento frente a vida. A pessoa estressada só conseguirá ficar mais tranqüila e com mais controle sobre suas emoções e impulsos, quando transformar sua maneira de viver e de se relacionar frente ao mundo.

Atividades físicas: Inclua em sua rotina semanal alguma atividade física regular que seja de preferência muito prazerosa. Pois o exercício físico desprovido de prazer, feito por obrigação, não tem boas perspectivas de continuidade.

Deve-se levar em conta o perfil psicológico do praticante. Pessoas agitadas e impulsivas talvez prefiram atividades dinâmicas, onde possam descarregar seu excesso de energia. Indivíduos tímidos se identificam mais com práticas individuais, pessoas extremamente competitivas deverão dar preferência a esportes competitivos, sejam eles em equipe ou não.

Atividades físicas fazem com o que o corpo libere endorfinas, substâncias responsáveis pela sensação de prazer, euforia e bem-estar.

Práticas Orientais: Há muito tempo os povos orientais utilizam atividades físicas tais como o Tai Chi Chuan, na China e o Yoga, na India.

O Tai Chi é realizado de maneira lenta e harmônica imitando os movimentos de animais da natureza, sendo já comprovado seus efeitos benéficos no combate a várias doenças como por exemplo, hipertensão arterial.

O Yoga, com suas variações, através das Ásanas (posturasfísicas) e do Pranayama (exercícios respiratórios) promovem uma melhor circulação e oxigenação, estimulando principalmente o sistema endócrino do organismo. Os orientais costumam dizer que, para que a mente esteja em paz é preciso que também o corpo se sinta bem.

Práticas de massagens: Existem hoje no mundo várias maneiras de se trabalhar com massagens.

Todas são de grande valia, mas para o stress prefira as que promovam um efeito mais relaxante sob a musculatura.

A Aromaterapia, feita com óleos essenciais é de grande auxilio, bem como o Reiki, o Shiatsu, e a massagem Ayurveda.

Musicoterapia: Aproveite os momentos em que se encontre preso em um engarrafamento no trânsito para ouvir músicas relaxantes. Ou mesmo em casa, deixe tocar músicas que promovam um bem estar em seus ouvidos, pois tudo que incorporamos com prazer e satisfação pelos nossos sentidos, certamente nos farão muito bem.

Cante no carro, debaixo do chuveiro, ao levar as crianças para passear, não importa que não saiba a letra, invente se for o caso, ou então apenas murmure alguns sons agradáveis.

Cultive suas amizades: Os amigos são importantes em qualquer momento da vida. Procure cultivar amizades gratificantes, sejam elas novas ou antigas. É importante ter alguém com quem possa falar e ouvir.

Psicoterapia: Se o stress estiver muito forte e difícil de se resolver sozinho, não tenha medo ou preconceito de procurar um terapeuta.

É importante que possa falar, discutir e se abrir com alguém, preferencialmente um profissional preparado para tal função.

Sentimentos reprimidos e guardados por muito tempo podem se transformar em uma panela de pressão, um dia explode.

O resultado desta explosão poderá atingir seus familiares, seu trabalho ou mesmo, sua própria saúde.

Não se esqueça da natureza: Qual foi a ultima vez que você entrou no meio de uma mata, colocou os pés na terra, molhou seu corpo em uma cachoeira? Faz tanto tempo assim? Não se esqueça de suas origens, entre em contato com a natureza sempre que for possível. Um banho de cachoeira, um descanso sob a sombra de uma árvore, uma caminhada através de uma trilha na mata, tudo isso é bastante revigorante.

Cuidado com a preocupação: Seja menos preocupado com os problemas que estão por vir.

Resolva um de cada vez a medida em que eles forem surgindo.

Pessoas tensas e preocupadas com as dificuldades do dia a dia, têm muita dificuldade de relaxar inclusive a noite na hora de dormir.

Não se importe tanto com que os outros pensam: Você já observou como gasta energia se preocupando com que o outros vão pensar ou dizer ?

Tenha coragem de ser mais espontâneo, mais livre das convenções sociais. Faça o que sua consciência pedir. Lá no fundo você sabe o que é melhor para sua felicidade.

Cultive uma crença: Não importa que religião você pertença, que crença tenha, o importante é ter fé em alguma coisa, acredite que está sempre amparado, principalmente nos momentos mais difíceis. Entenda que o universo em sua sabedoria apenas lhe proporciona situações de crescimento e desafio para que possa ter uma vida mais plena e madura.