Declare guerra à celulite

Adeus celulite !!!

A celulite é uma síndrome clínica que pode ser definida como uma alteração do tecido adiposo subcutâneo que retém líquido e toxinas entre as células, provocando uma alteração circulatória local.

A celulite se manifesta como um processo inflamatório que atinge a camada de gordura abaixo da nossa pele, afetando a circulação de micronutrientes entre as células e a liberação de toxinas provenientes do metabolismo. Externamente ela assemelha-se com uma “casca de laranja”.

As causas que a provocam são complexas, de origem multifatorial, mas sabe-se que entre os fatores desencadeantes encontram-se os desequilíbrios hormonais e hábitos alimentares errados, tais com o excesso de álcool, tabagismo e toda a alimentação composta de refinados.

Existem várias formas terapêuticas para seu combate. A tendência moderna é a interação de métodos, entre os quais, a massagem manual que promove a melhora da circulação local, e a drenagem linfática, que atua na circulação periférica eliminado as toxinas provenientes do metabolismo.

A massagem manual deve ser encarada como um tratamento complementar e preventivo, mas apresenta uma vantagem sobre outros métodos: não possui contra indicações e nem efeitos colaterais.

Entretanto, um estilo de vida saudável, com uma alimentação balanceada e mais natural, associada a exercícios físicos regulares, são fundamentais para que a celulite se mantenha estável ou controlada e, até mesmo, em casos não muito avançados da doença, possa regredir a níveis imperceptíveis.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: